top of page

Polícia Civil e Delegacia do Meio Ambiente apreendem adolescente por zoofilia em Porto Amazonas

Polícia Civil de Palmeira e Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente – DPMA, em ação integrada, apreendem Adolescente Infrator que praticou atos de zoofilia em Porto Amazonas.

As Equipes da Delegacia de Polícia Civil de Palmeira e Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, dando fiel cumprimento a um Mandado de Busca e Apreensão de Adolescente apreenderam, na manhã de sexta-feira (28), um adolescente de 14 anos que praticou atos de zoofilia contra um cachorro de rua, sem raça definida, na cidade de Porto Amazonas.

O caso ocorreu em meados de julho no município de Porto Amazonas, localidade abarcada pela circunscrição de Polícia Judiciária de Palmeira, gerando revolta e indignação da população local e ONGs protetoras dos animais, já que as ações do adolescente foram filmadas por moradores e as imagens amplamente divulgadas em redes sociais.

A Polícia Civil procedeu as investigações identificando o autor e colhendo sua versão dos fatos. Conclusos os trabalhos investigativos, o Dr. Guilherme Dias, Delegado titular da DPMA, representou pela medida de internamento provisório do adolescente, considerando a gravidade dos fatos.

Com o deferimento pelo Poder Judiciário e consequente expedição do Mandado de Busca e Apreensão, foi procedida a captura do adolescente pelas equipes da 40ª DPR Palmeira e DPMA e, após os tramites de Polícia Judiciária, realizado seu encaminhamento para o Centro de Socioeducação de Curitiba, onde ficará internado pelo prazo de até 45 dias.

Zoofilia é considerada uma alteração comportamental do indivíduo, o qual apresenta apetite sexual por animais. Juridicamente, a zoofilia se amolda ao crime de maus-tratos, previsto na Lei nº 9605/1998 – Lei dos Crimes Ambientais e, que quando se tratar de cão ou gato, a pena é de reclusão de 2 a 5 anos, multa e proibição de guarda.

A 40ª Delegacia Regional de Polícia de Palmeira/PR solicita a colaboração da população com informações que auxiliem nas investigações contra delitos ambientais. Denúncias podem ser feitas de forma anônima pelos números 181 ou WhatsApp Disque-Denúncia da 40º DRP (42) 99136-0252.

A Polícia Civil do Estado do Paraná segue atenta aos casos de maus-tratos a animais.

Delegado Rodrigo Siqueira

40ª Delegacia Regional de Polícia de Palmeira/PR.

Confira o vídeo a seguir:


Comments


bottom of page